A Revolucionária Dieta da Miséria


A ZeroZen resolveu entrar no sempre lucrativo mercado das dietas milagrosas com o evento da Dieta da Miséria.

Dos mesmos criadores da fabulosa Dieta do Crack, chega ao Brasil a Dieta da Miséria. Uma dieta que não faz promessas, mas sim ameaças. T rata-se de um método revolucionário, com experiência comprovada em inúmeros países em todo o mundo, em especial da África.

Um dos aspectos mais interessantes da suposta epidemia de obesidade que assola a humanidade nesse começo de século, é justamente lançar uma luz para o alarmante número de gordos bem sucedidos em nossa sociedade. Se você não acredita, vamos citar alguns: Jô Soares, Fausto Silva e Gilberto Barros. Você está vendo um padrão aqui? Você ainda precisa de ajuda para descobrir o que eles têm em comum? Além da basbaquice? Eles são gordos e ricos!!! A dieta da Miséria resolve os dois problemas com uma cajadada só. Primeiro acabando com a obesidade e depois com a epidemia de gordos bem sucedidos.

A maneira mais fácil de perder peso ainda é parar de comer, ou comer menos. Isso é um fato. Mas a maioria das pessoas está cagando e andando, literalmente, para sua saúde. Por isso só há uma forma eficaz de garantir o sucesso de uma dieta: forçando o paciente a viver em estado de miséria total. É assim tão simples.

O incauto adesista de dietas milagrosas pode argumentar que existem pobres gordos. É raro, mas existem. Mas essa não é a nossa meta. Nossa meta é a miséria total. Estamos falando de viver abaixo da linha de pobreza. E uma coisa nós podemos lhe garantir: não existem miseráveis gordos. Estudos comprovam que comer restos de comida não engorda. Pois todo o valor calórico do alimento é perdido depois de passar semanas no aterro sanitário da cidade. É assim tão simples.

Você vai ficar tão magro que poderá morar dentro de suas antigas roupas. E acredite você vai precisar...

Primeiro Passo:
Dê todo o seu dinheiro para nós. Se você não tiver dinheiro não poderá se alimentar. É assim tão fácil. Ninguém vai se prostituir por um Big Mac. Quer dizer, tem gente que faz por muito menos... Mas lembre-se: você é morbidamente gorda (o) e ninguém quer você de graça o que dirá pagando.

Segundo Passo:
Dê todo o seu dinheiro para nós. Sério. Não estamos brincando. Vai passando a chave do carro, a escritura da casa de campo e a senha do cartão de crédito...

Terceiro Passo:
Agora que você está pronto para uma vida franciscana, começa a etapa mais importante da dieta. Você precisa continuar a contribuir para sociedade mesmo passando fome. Lembrem-se nós teremos o controle total de todos os seus ganhos, mas isso não quer dizer que você deva parar de trabalhar. Afinal alguém tem que gastar o seu dinheiro enquanto você emagrece.

ZeroZen: Quanto mais decadentes ficamos, melhores costumávamos ser.

Da Equipe Articulistas