Programas Gravados em Celular

A MTV e o canal a cabo Multishow anunciaram, quase que simultaneamente, o lançamento de programas gravados inteiramente por celular. Inclusive, ambos canais alegam em suas chamadas que seus respectivos programas, Gordo Viaja e Retrato Celular, são os pioneiros no gênero(sic/sci-fi). Bem, não importa quem veio primeiro, mas por que diabos alguém assistiria algo assim.

Afinal a grande vantagem da televisão sobre a Internet é justamente a qualidade de som e imagem. Não faz o menor sentido produzir programas com a qualidade de um vídeo do YouTube para televisão. Tipo de coisa que não deveria ser necessário explicar, mesmo para o mais acéfalo dos empresários.

Mas é barato, dirá o empresário após passar o prato com cocaína. Barato é, mas as companhias de telefone têm dinheiro suficiente para investir em algo melhor. Afinal a única razão para se ter um programa desses é o patrocínio de uma operadora de celular.

E convenhamos já existem idiotas demais postando vídeos gravados por celular na internet. A MTV ou o Multishow já ouviu do YouTube? E vamos deixar algo bem claro se não algo gravado do celular de, digamos Paris Hilton ou da Daniela Cicarelli, o público não quer saber.

No fundo não existe a menor razão para a televisão temer a Internet ou tentar incorporar elementos da rede em sua programação. Muito menos usar vídeos do YouTube como 'fonte' para programas de TV, ao invés de usar imagens de arquivo de outra emissora. A não ser é claro se você trabalhe numa emissora de segunda categoria como a MTV ou a Rede TV. Aí faz algum sentido.

Outra coisa que esses executivos de fraudas precisam entender é que interatividade é coisa de rádio AM. Não há nada de novo nisso. A televisão foi e ainda é o meio de comunicação mais importante surgido a partir da metade século passado, e sinceramente precisa voltar a se comportar como tal. E deixar de ser pautada pela rede, afinal sem televisão a maioria dos blogs não teriam o que dizer.

A televisão tem ainda uma grande vantagem em relação à internet: é de graça... DE GRAÇA!!! Tipo não há argumentação que convença a mais tapada das criaturas que a televisão será substituída pela Internet. Enquanto o usuário de internet precisa de um computador, mais uma linha telefônica, com banda larga de preferência, acesso a um provedor da internet e muito tempo livre de sobra. O telespectador só precisa de uma prosaica televisão. Sem falar que no caso da MTV, cuja grande maioria de sua audiência é feita por desempregados ou estudantes de comunicação, o que é um pleonasmo, você está basicamente veiculando comerciais para as paredes.

Sem contar que esta é uma geração que possivelmente vai ter sérios problemas no futuro por ouvir música em mp3 players usando fones de ouvido. Agora ainda querem que você prejudique sua vista com vídeos de baixa qualidade. O que, acreditem deixa brecha para um daqueles processos jurídicos coletivos que os tribunais americanos adoram.

Captaram a mensagem? POR ISSO, NÃO FAZ O MENOR SENTIDO CRIAR PROGRAMAS GRAVADOS POR CELULAR.

Da Equipe de Articulistas