O Paizão

bigdaddy01.jpg (8936 bytes) bigdaddy02.jpg (10709 bytes)

Adam Sandler só sabe fazer um papel: o de loser. Ele deve ser o ídolo de todo loser americano que se preze. E como loser é o que não falta naquele país, O Paizão foi uma das maiores bilheterias de 1999 nos Estados Unidos. Mas claro que isso não é pré-requisito ou garantia de qualidade.

Em "O Paizão" Sandler é Sonny Koufax, um formando em direito que, por alguma razão obscura, ganhou uma indenização de 200 mil dólares e passa o dia inteiro em casa vendo televisão. Para não dizer que ele não tem um emprego, Sonny   trabalha num pedágio uma vez por semana(?!). E como se isso não bastasse para rotulá-lo como loser do século, sua namorada Vanessa (Kristy Swanson) o deixou por um cara mais velho.

Então um belo dia, quando o seu colega de quarto Kevin (Jon Stewart) está de viagem para China, Sonny recebe a visita de um garoto que se diz ser filho deste. Num ímpeto típico das pessoas desacostumadas a capacidade humana do raciocínio, ele decide ficar com a criança para tentar impressionar sua ex-namorada. O plano dá errado, como tudo no filme. Mas como recompensa Sandler acaba ficando com Joey Lauren Adams de Procura-se Amy que nada tinha com o assunto.

O final é do tipo: todos losers felizes reunidos numa grande confraternização. Mas o pior mesmo é atuar a canhestra versão de Sheryl Crow para Sweet Child ‘O Mine dos redivivos Guns’n’Roses.  Lamentável...

Saulo Gomes

O Paizão( Big Daddy, EUA, 1999) Direção: Dennis Dugan. Elenco: Adam Sandler, Joey Lauren Adams, Jon Stewart, Cole Sprouse, Dylan Sprouse, Rob Schneider, Steve Busceni. 93 min.

Voltar