ZeroZen Files

A megaconspiração do Megaupload

Muitos leitores da ZeroZen se perguntam o motivo pelo qual o ZZ-files não é atualizado com mais frequência. Bem, nossa dedicada equipe de investigação às vezes demora para seguir todas as pistas ignoradas pela tacanha mídia jornalística mundial. Só que, desta vez, no caso da queda do Megaupload, foi fácil demais descobrir quem é o culpado pelo fim do serviço de armazenamento de arquivos. Se você acha que a PIPA do vovô não sobe mais ou que compartilhar ainda é SOPA é melhor rever em ACTA os seus conceitos...

Antes de mais nada, se você algum dia conseguiu acessar a Internet e não usa seu PC só para jogar paciência, sabe que o governo norte-americano, com a ajuda da polícia de outros países, fechou o Megaupload.com. Existem, claro, outros sites que oferecem o mesmo serviço HulkShare, Filejungle, YouSendIt, Filepost, etc. Apesar disso, toda a fúria do FBI recaiu sobre o serviço comandado por megaplayboy Kim Dotcom, que, aliás, era responsável por 4% de todo o tráfego da Internet e tinha 50 milhões de visitantes diários!

De acordo com as 72 páginas de relatório do inquérito instaurado pelo Departamento de Justiça dos EUA contra o Megaupload o site atingiu esse padrão de opulência graças ao download ilegal de música protegida por copyright. Segundo o FBI, o serviço ganhava dinheiro com episódios dos Simpsons e discos do 50 Cent e ainda recompensava os usuários que mais subiam conteúdo pirata, lavando dinheiro através do site.

Muitos alegam que a ação foi motivada pela SOPA outros pela PIPA ou mesmo pela ACTA. Bem, é preciso analisar os fatos com calma. Esses projetos de lei não contam com a simpatia da Casa Branca. São polêmicos e provocaram fortes reações nos Estados Unidos. É difícil acreditar que a simpatia da população por um maior controle tenha validado as ações.

Claro os estúdios de Hollywood seriam os principais suspeitos. Mas como se sabe esses sujeitos são absurdamente incompetentes em termos de internet. Ligam seu computador por milagre e acessam o Google por intervenção divina. Eles sequer devem saber que existem sites como o Megaupload. Não se pode jamais subestimar o poder da incompetência em uma conspiração.

Porém, existe outro grupo que poderia ter prejudicado o Megaupload: as gravadoras. Elas teriam se sentido ameaçadas pelo anúncio do MegaBox, um serviço de download legal de música anunciado por Kim Dotcom em dezembro. Sim, é sério. Kim Dotcom chegou a receber o apoio de artistas que gravaram um constrangedor vídeo-clipe. O interessante é que o serviço prometia dar 90% do dinheiro pago pelo download diretamente ao artista (em vez de 70% pago à gravadora, no caso do iTunes) e ainda uma parte da grana arrecadada com publicidade provinda dos downloads, digamos assim, ilegais.

Bem, seria óbvio supor que a indústria se sentisse ameaçada. Por isso, teria retaliado derrubando o Megaupload. Sem dúvida, são excelentes suspeitos. Há uma certa credibilidade nesta teoria. Só que, novamente, não se pode jamais subestimar o poder da incompetência em uma conspiração. O mesmo pessoal da indústria da música que foi facilmente enganado por Steve Jobs e entregou de bandeja o mercado de download de conteúdo para a Apple? Fala sério...

Então, depois de eliminados os principais suspeitos o que resta - por mais improvável que seja - deve ser verdade. Basta seguir a lição ensinada por um antigo brocardo em latim: cui prodest (a quem beneficia). Isto serve como base de investigação de qualquer evento de origem desconhecida. Ou seja, basta descobrir quem teria alguma vantagem com a prisão Kim Dotcom e tudo fica claro e cristalino.

Portanto, o culpado pela queda do Megaupload só pode ser um jogador de Call of Duty: Modern warfare 3. Antes que o arguto Zeronauta jogue se joystick pela janela, cabe uma explicação. Kim Dotcom Schmitz, o fundador do site Megaupload, era o número 1 do ranking do COD. Ele utilizava o nome Megaracer e chegou a publicar um vídeo no Youtube mostrando sua conquista. Após várias horas de jogatina, ele conquistou a primeira posição e é saudado pelos amigos com bolo e papel picado. Vale notar que para se tornar o melhor jogador do mundo, Kim Dotcom registrou mais de 150 mil mortes Após sua prisão, ele foi superado por um usuário chamado ‘Arazos’ que já matou 181.800 jogadores no Modern Warfare 3...

Ou seja, qualquer jogador de Call of Duty: Modern Warfare 3 conhece mais a Internet do que um executivo engravatado. Aliás, eles sabem mais do que um reles agente do FBI. É só investigar na lista de jogadores alguém que tenha capacidade de vazar informações suficientes para destruírem o serviço de compartilhamento.

Fofox Murder

A verdade está lá fora jogando Counter-Strike

Considerações finais:
1 - Se a teoria da ZeroZen estiver correta esse foi o maior headshot de todos os tempos

2 - A jornalista Molly Wood, da CNET, tem outra teoria para justificar a queda do Megaupload. Para ela, tudo estaria relacionado ao SOPA. A operação tinha como objetivo despertar a ira do Anonymous e mostrar como é necessário policiar os “cyberterroristas”. Anonymous agiu, derrubou sites pelo mundo, e o FBI não fez absolutamente nada...

3 - Kim Dotcom, ao que tudo indica, tentou convencer as autoridades da Nova Zelândia que tinha direito a comprar a mansão em que morava. Para isso, ele investiu 500 mil dólares em fogos de artifício para a cidade de Auckland. Bem, com tanto barulho o vizinho também pode estar na lista de suspeitos...

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina