A verdade sobre os Dinossauros

A ZeroZen, o mais duradouro sucesso editorial da Internet, em sua edição de aniversário, não poderia deixar de brindar o incauto zeronauta com um dos seus mais reveladores arquivos secretos: a verdade sobre o desaparecimento dos dinossauros da face da terra.

Muitas teorias são levantadas a respeito da extinção desses seres. Mas a Zerozen não tem dúvidas, e afirma: não foi um vírus de outro mundo, muitos menos uma chuva de meteoros, quando muito uma catástrofe ecológica de causa desconhecida. Tudo não passa, pura e simplesmente, de uma grande jogada de marketing.

Sim, caro e receoso zeronauta os dinossauros, como nós conhecemos nunca existiram. Não passam de uma bizarra invenção americana para se vender mais mercadoria. Como se sabe muito bem na bíblia moderna dos Estados Unidos primeiro veio o verbo, depois o merchandising. Afinal alguém tinha que tirar algum em cima. E nada melhor do que criaturas gigantescas com um alto potencial destrutivo para realizar um sucesso de bilheteria. Jurassic Park que o diga.

Claro que os defensores da ciência irão rapidamente citar a teoria da evolução. Bem, segundo este pessoal as aves evoluíram dos dinossauros. Isto significa que uma mísera cotovia pode ter saído de um ser descomunal que de repente, sem mais nem menos, resolveu que queria sair voando por aí. Imaginem um tiranossauro tentando se dependurar em uma árvore!! Ou um Brontossauro fazendo um esforço para piar uma melodia!! Mesmo pensando em milhares de anos, não faz o menor sentido. A não ser que você seja tolo o bastante para acreditar que os buracos do Grande Canion foram causados por dinossauros tentando aprender a voar.

Existem então duas teorias documentadas e corretas sobre a criação dos dinossauros. Uma diz que essas criaturas fantasiosas foram criadas pelo mesmo grupo sinistro que desenvolveu o Coelhinho da Páscoa e o Papai Noel. E seriam então apenas figuras alegóricas criadas unicamente com fins lucrativos. Para fixar melhor a marca dinossauros, foram desenvolvidos parques temáticos sobre o assunto, também conhecidos como museus. Aliás, a maioria dos fósseis encontrados nesses estabelecimentos são feitos de gesso e não passam de obra e imaginação de um escultor bastante criativo.

A segunda teoria é de longe a mais instigante. De posse de alguns documentos secretos, que foram enviados para nossa caixa de correio por acaso, descobrimos uma das mais longas conspirações de todos os tempos. Que começara na época da inquisição espanhola e teve inúmeros desdobramentos até os dias atuais.

Seu ápice teria ocorrido após a primeira guerra mundial, quando um grupo de renomados historiadores e cientistas do mundo todo se reuniram no Nepal para discutirem a necessidade elucidar de o que realmente aconteceu no período jurássico.

O caro zeronauta deve estar imaginando que esse pessoal não precisava ir tão longe para isso. Mas em todo caso, os historiadores chegaram a conclusão que não havia dados suficientes para se chegar a qualquer conclusão precisa do que aconteceu naquela época. Assim eles resolveram que a história da humanidade seria decidida por convenção. Cada participante deu sua versão e foi escrito alguns esboços sobre como teria sido a história da humanidade naquele período. Enfim sortearam no palitinho qual história o pessoal iria passar a divulgar dali em diante. Escolheram justamente a do representante americano (que depois trabalharia para Walt Disney) e falava com convicção sobre grandes répteis.

O zeronauta não está convencido? Pois imagine que o período jurássico é como a história do Brasil: 90% é pura invenção, o resto foi decidido em comum acordo...

Fofox Murder

A verdade está lá fora esperando Godzilla arrasar Tóquio.

Considerações finais

Se o caro zerozenauta não está convencido da existência ou não dos dinossauros vamos tentar facilitar as coisa para você:

1 - Você conhece alguém que já tenha visto um dinossauro?

2 - Qual a razão de nomes bizarros como: Brontossauro, tiranossauro, braqueossauros... Isso caro zeronauta não lhe lembra uma linha de produção em série? Exatamente, pois foram produzidos dessa forma.

3 - E por fim quem estuda a vida dos dinossauros é um... loser, quer dizer arqueólogo, que no fundo é a mesma coisa. Então para esse pessoal sem uma vida própria, qualquer osso de galinha encontrado no quintal de casa já vira o fóssil de um tiranossauro qualquer...

O texto acima é uma obra de ficção e qualquer coincidência com pessoas ou terceiros é meramente acidental ou usada como forma de paródia.